XI Seminário Brasileiro de Teoria e História da Historiografia

Promovido pela SBTHH (www.sbthh.org.br), o Seminário Brasileiro de Teoria e História da Historiografia (SNHH) é reconhecido como o mais importante evento científico de sua área, sendo um dos principais da América Latina, com vínculos fortes com redes de pesquisadoras/es e instituições dos EUA e Europa. Ao longo de sua história, o SNHH foi um dos principais fatores para a expansão e consolidação do campo no país, que atualmente ocupa um lugar de ponta na produção de pesquisa no domínio da História e das Ciências Humanas em geral. Em seu âmbito SNHH se realizam os principais debates, encontros e trocas entre as/os estudiosas/os brasileiras/os e estrangeiras/os da área de Teoria e História da Historiografia. O evento permite, deste modo, tanto o amadurecimento de pesquisas, quanto o delineamento de projetos e ações que visam dar continuidade ao crescimento do campo, seja em termos da definição de agendas de investigação, formação de novos quadros, ou ainda ações que envolvem a docência e a circulação do conhecimento produzido.
Nesta décima primeira edição, o SNHH ocorrerá no Centro Cultural da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em Porto Alegre, entre os dias 19, 20 e 21 de agosto de 2020, sob a organização da SBTHH, do Laboratório de Estudos sobre os Usos do Passado – LUPPA da UFRGS (www.ufrgs.br/luppa), do Programa de Pós-graduação em História (www.ufrgs.br/ppghist) e do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – IFCH (www.ufrgs/br/ifch) da UFRGS. O tema central, deliberado em assembleia da SBTHH em Mariana em 2018, tem a seguinte definição: Historiografias no Brasil: vozes, pluralidades e futuros possíveis. Sob essa rubrica gostaríamos de nos voltar para a riqueza e diversidade da escrita da história produzida no Brasil sobre os mais diversos temas, convidar colegas de diferentes especializações para refletirem sobre o passado recente e o futuro de seus territórios de estudo e pesquisa. Nesse sentido, as indagações primordiais que nos motivam são:

- No horizonte da grande diversidade que define a temática geral haveria ainda um ethos comum ao historiador brasileiro?

- Que novos métodos e ferramentas analíticas precisamos lançar mão para visualizar uma produção historiográfica tão intensa, acelerada e dispersa?

- Que novos suportes para a representação historiográfica temos adotados e qual impacto deverão ter na formação do futuro historiador e historiadora?

- O quanto e como a área de história tem reconhecido (ou não) grupos minorizados que hoje assumem protagonismo em diversas fronteiras historiográficas?

- Que lugar a historiografia produzida no Brasil ocupa e poderá ocupar em um cenário global em expansão?

- Por fim, mas não menos importante, qual o futuro das relações entre democracia e o direito à história em todas as suas dimensões (ensino básico, pesquisa, história pública) no Brasil atual?

O XI SNHH visa igualmente incentivar o intercâmbio entre as/os alunas/os e professoras/res que desenvolvem pesquisas no campo, promovendo a possibilidade de acordos interinstitucionais que viabilizem a participação em eventos internacionais, bolsas nos modelos parcial e integral em instituições estrangeiras de excelência, bem como o intercâmbio das pesquisadoras/res na condição de professoras/es visitantes.

Com estes objetivos, o XI SNHH, em decorrência do contexto de financiamento a eventos científicos no Brasil, está estruturado em um formato mais compacto em relação às edições anteriores. Para tanto e visando a manter o debate de mais alto nível, propomos a seguinte organização:

Mesas Redondas (MR): Teremos doze mesas compostas por dois participantes, contando sempre com a presença de uma pesquisadora e de um pesquisador, de maneira a oferecer ao público uma variedade ampla de espaços de discussão que poderão ser acompanhados ao longo de todo o evento, nas três manhãs do evento. As/Os palestrantes serão escolhidas/os pela organização local tendo em vista o impacto de suas reflexões em seus respectivos campos, bem como o cuidado de representar a diversidade de gênero, temática, teórica, regional e institucional da produção sobre o tema.

Simpósios Temáticos (ST): As propostas para apresentação nos simpósios temáticos poderão ser feitas por graduandas/os, graduadas/os, estudantes de pós-graduação ou professoras/es de história ou áreas afins, e serão selecionadas pelas/os coordenadoras/es dos STs. As apresentações serão acolhidas em até vinte STs, que serão propostos por pós-graduandas/os e professoras/es de história ou áreas afins.

Além disso, estão previstas a conferência de abertura e de encerramento, a Assembleia geral da SBTHH, e atividades paralelas na sala de cinema contígua ao Centro Cultural da UFRGS.

Em breve, o site do evento estará no ar com maiores informações acerca do XI SNHH.

Comissão Local do XI SNHH.

Temístocles Cezar
Presidente da SBTHH

Eventos similares

Pegue um convite