Uma alternativa ao fogo, ao óleo e à lama
Atualizado em: 27 de novembro de 2019, 21:10

Uma alternativa ao fogo, ao óleo e à lama

Dia 27 de novembro, Thiago Ávila na Cirkula, às 18:30

"Uma alternativa ao fogo, ao óleo e à lama: construindo o ecossocialismo e uma sociedade do bem viver"

Vivemos atualmente uma crise ecológica que se caracteriza por um processo de devastação da natureza e mudanças climáticas que ameaçam o futuro do planeta e a própria sobrevivência da espécie humana.
Uma crise derivada do sistema capitalista enquanto um modo de produção predatório, que mercantiliza não apenas as relações humanas, mas a própria natureza.

No Brasil esta crise se acentua ainda mais no governo neofascista de Bolsonaro, com uma sucessão de crimes ambientais impunes que devastam a Floresta Amazônica, amplas regiões dominadas pela mineração e, mais recentemente, o oceano, com graves consequências para as populações locais e a nossa biodiversidade, com a eliminação de muitas espécies animais.

O Subverta - Coletivo Ecossocialista e Libertário entende que a superação desta crise não pode se dar nos marcos do capítalismo, exigindo um trabalho de conscientização e de avanços em ações que contribuam decisivamente para uma transição ao ecossocialismo, com a transformação não apenas das relações de produção, mas da forma como se produz e se gera uma cultura de consumo baseada em necessidades artificiais.

Para debater o ecossocialismo e a construção da socidade do bem viver, trazemos a Porto Alegre o socioambientalista Thiago Ávila, que dedica sua vida a projetos de transformação, percorrendo o Brasil, a América Latina e o mundo, semeando a importância de acabar com a destruição do planeta e promover mudanças sociais que também acabem com a exploração e com todas as opressões para construir uma sociedade do Bem Viver. Ele organiza mutirões de bioconstrução para casas ecológicas, agroflorestas para a regeneração dos biomas, colabora com a resistência indígena nas florestas e constrói iniciativas inspiradoras na cidade principalmente a partir das periferias. Seu trabalho é divulgado nas redes a partir do Instagram (@thiagoavilabrasil) e de seu canal no Youtube (Bem Vivendo).

Venha debater alternativas para a crise ecológica e um outro mundo ainda possível.