Seminário Arte, Utopia, Esperança e Revolução
Atualizado em: 15 de outubro de 2019, 00:28

Seminário Arte, Utopia, Esperança e Revolução

Seminário discute Utopia, esperança e revolução – quando a arte encontra a política

Evento ocorre no Anfiteatro Heitor Masson Cirne Lima, no dia 11, às 19h

A Agenda Cultural da UFCSPA traz, pelo segundo ano consecutivo, um importante debate envolvendo história da arte e política. Desta vez, o seminário Utopia, Esperança e Revolução – Quando a Arte Encontra a Política apresentará um panorama de parte da produção artística social brasileira, dos anos 1950 aos dias atuais, enfatizando suas relações com diferentes causas – dos trabalhadores, das mulheres, dos negros, dos indígenas, entre outras. O encontro, ministrado pelas historiadoras da arte Rosane Vargas e Andréia Duprat, será realizado no Anfiteatro Heitor Masson Cirne Lima, na sexta-feira (11/10), às 19h, com entrada gratuita. Será fornecido certificado aos participantes que fizerem sua inscrição em Extensão UFCSPA (SiEx). Aqueles que não desejarem o certificado podem participar sem fazer a inscrição, mesmo tendo esgotado o número de vagas.
As práticas artísticas trazem consigo os traços do tempo em que foram produzidas, e algumas delas têm um potencial crítico e um engajamento maior com causas sociais e políticas. Mais do que denunciar, esta arte quer construir uma nova sociedade, almeja criticar, antever e transformar a realidade. As palestrantes trarão casos mais recentes dessa produção, articulados nas exposições que tiveram a curadoria de Moacir dos Anjos e Georges Didi-Huberman.

Conheça os palestrantes:

Andréia Carolina Duarte Duprat é mestra em Artes Visuais, com ênfase em História, Teoria e Crítica (2017), e bacharela em História da Arte (UFRGS). Atualmente, cursa o doutorado no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS. Em seus estudos, destacam-se temas que articulam arte e política. É servidora técnica-administrativa da UFCSPA desde 2009, onde integra o Conselho de Cultura da universidade.

Rosane Teixeira de Vargas é mestra em Artes Visuais, na linha de pesquisa História, Teoria e Crítica de Artes (UFRGS), graduada em Comunicação Social - Jornalismo e em História da Arte (UFRGS). É integrante do Coletivo Hacer, sendo uma das responsáveis pelo Portal Hacer: História da Arte e da Cultura, Estudos e Reflexões. Pesquisa arte e feminismo e tem experiência profissional em jornalismo sindical.