Sarau de lançamento livro O Coice da Égua de Valeska Torres

Alô Porto Alegre, é com muita alegria que convidamos todxs para o sarau e lançamento do primeiro livro de Valeska Torres: "O Coice da Égua".


Nas palavras do poeta Ricardo Chacal:
"Acho uma benção ser contemporâneo da valeska torres. ela na flor dos 23. eu taxiando pros 70. essa nasceu sabendo. inacreditável sua poesia. pancadaria pura. negra negra negra. quem te ensinou valeska? o ódio e o amor fundidos na palavra. seu livro "o coice da égua", com excelente apresentação de outra craque, natasha félix, é de se ler mil vezes, ajoelhado no milho. para aprender como pode uma moça tão nova, ter tanta elegância e descompostura na composição dos versos, tanto vocabulário para fazer sua raiva desse mundo fudido se eletrificar."

A mesma Valeska dos livros esgotados na Livraria da Travessa -RJ, é aquela finalista do Slam das Minas-Rj, que abalou o Sarau do Binho na Festa Literária da Zona Sul onde também participou da Balada Literária - SP. Agora Valeska está descendo no galope. Do Rio de Janeiro ao Rio Grande do Sul o coice vai ser em Porto Alegre. E nessa parceria entre rios vai virar tudo estado de poesia! Vem com a Gente!

Sarau com:
>>> Performance musical com poemas da autora
>>> Poetas Convidados:
Marcelo Martins Silva
Marlon Pires Ramos
Alice Souto (eu mesma)
Ana Dos Santos
João Nunes Junior
Caren Ane Rhoden
>>> Microfone Aberto

Quinta-feira 7/11 às 19h
Boteco do Paulista - Rua Riachuelo 224/230
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Sobre a autora:
Valeska Torres é poeta e estudante de biblioteconomia. Nasceu no Rio de Janeiro em 1996. É autora do livro “O coice da égua” [Editora 7Letras, 2019]. Publicou nas coletâneas de poemas, contos e crônicas “Do Rio ao mar” [Projeto Turista Aprendiz, 2015], na antologia “Seis temas à procura de um poema" [FLUP, 2017], na antologia “Alma – Projeto Identidade” [Editora Conexão 7, 2018]. Tem fanzines publicados no Brasil, Argentina e Paraguai, por diferentes editoras locais e também em plataformas digitais como Mulheres que Escrevem, Revista Periferias, Escamandro, Ruído Manifesto entre outras. Em 2017, foi selecionada para a “Residência FIPR” na Argentina e no mesmo ano recebeu menção honrosa por sua participação no V Concurso Literário Professor Arnaldo Niskier com a crônica “Marlene”.

Eventos similares

Pegue um convite