Sara Winckelmann expõe Tênue na Ufcspa

Sara Winckelmann expõe Tênue na Ufcspa

A leveza do trabalho da artista visual Sara Winckelmann poderá ser vista de 06 de novembro a 14 de dezembro de 2019, no Espaço de Artes da UFCSPA. A abertura ocorre no dia 05, às 19h, com entrada gratuita e aberta ao público. Com curadoria da professora do Instituto de Artes da UFRGS, Helena Kanaan, a exposição apresenta diferentes técnicas do fazer gráfico como a xilogravura, a calcogravura e a serigrafia.

O trabalho da artista nasce de um olhar sensível sobre o mundo que a cerca, investigando objetos e cenas do cotidiano, memórias e minuciosidades da natureza. Impressos sobre tecidos e com diferentes composições têxteis, cada tecido reage à sua maneira quando submetido aos processos gráficos, interferindo na imagem impressa com apagamentos, fragmentações e falhas.

Sara explora o potencial de obra única na gravura, na qual a impressão sofre interferências posteriores, como costuras e sobreposições de imagens. As visualidades estão relacionadas à memória pessoal da artista, reminiscências de fatos, objetos e cotidiano familiar. A artista pensa a gravura como contato entre a imagem gravada e o suporte. Como define o filósofo Georges DidiHuberman, “toda impressão revela a colisão do agora com o outrora”. “Faço a apropriação de imagens, que são ressignificadas, buscando estabelecer um diálogo entre o real e o representativo”, afirma. A artista apresenta ainda trabalhos que propõe uma inversão de escala dentro da imagem, recorrendo ao fantástico, as imagens perdem as proporções relativas ao real e propõem dimensionalidades subvertidas.

A artista
Sara Winckelmann é professora de xilogravura no Museu do Trabalho. Licenciada em Artes Visuais (UFRGS), cursando bacharelado (UFRGS). Em seu processo de criação, pesquisa cruzamentos entre técnicas da arte impressa, como calcogravura, xilogravura e serigrafia, com fazeres manuais, como a costura, bordado e apropriação de elementos vegetais. Integra o Núcleo de Arte Impressa (UFRGS). Exposições individuais recentes: Jeder braucht ein Zuhause / Lugar pra se sentir em casa, em KU Impact, Alemanha; Alento, no Centro Cultural UFSJ, Bilder vom Velangre / Retratos da Saudade, no Espaço Mais Cultura, em Nova Petrópolis; coletiva: com Elaine Arruda, III Concurso de Arte Impressa, no Goethe-Institut de Porto Alegre.

A curadora
Helena Kanaan é artista Visual com investigações em gravura contemporânea e procedimentos híbridos na arte impressa. Docente na área da Gravura / Arte Impressa no DAV/IAV/UFRGS. Coordenadora da Galeria de Arte Pinacoteca Barão de Santo Ângelo. Doutora em Poéticas Visuais pela UFRGS e Universidade Politécnica de Valencia – Espanha. Especialista pela Scuola d'Arte Grafica Il Bisonte Florença - Itália. Atualmente coordena o Grupo de pesquisa práticas críticas da gravura à arte impressa: processos e procedimentos matriciais, transferências, impregnações e o Grupo de extensão NAI-Núcleo de arte impressa: produção e reflexão da gravura contemporânea.

Eventos similares

Pegue um convite