Projeto Raros Mangue Bangue Neville dAlmeida

Na sexta-feira, 8 de novembro, às 20h, o Projeto Raros da Cinemateca Capitólio Petrobras apresenta a sessão de Mangue Bangue com a presença do diretor Neville d'Almeida. Entrada franca.

Escrito em parceria com Hélio Oiticica, o filme Mangue Bangue foi realizado de forma independente, no formato 16mm, logo após a proibição dos dois primeiros longas de Neville, O Jardim de Guerra e Piranhas do Asfalto. A obra foi considerada perdida durante décadas, até ser encontrada no acervo do MOMA, em Nova Iorque, já nos anos 2000.

Mangue Bangue
60 min, 1971, cor, digital
Direção: Neville d’Almeida
Filmado no Mangue, uma zona de prostituição no Rio de Janeiro, o filme acompanha a loucura de um homem em meio ao milagre econômico na década de 1970, na mesma época da liberdade sexual, uso excessivo de drogas e a censura.

O grande homenageado da mostra CINEMA DE INVENÇÃO é o cineasta Neville d’Almeida, que vem a Porto Alegre participar de sessões comentadas. O realizador mineiro apresenta três obras centrais de sua filmografia: Jardim de Guerra, seu longa de estreia; Mangue Bangue, filme experimental dado como perdido até meados dos anos 2000; e a sua versão de Matou a Família e Foi ao Cinema, obra de Júlio Bressane.

De 29 de outubro a 10 de novembro a Cinemateca Capitólio Petrobras promove a mostra Cinema de Invenção, uma das 26 atividades do projeto Cinemateca Capitólio Petrobras Programação Especial 2019, aprovado na Lei de Incentivo à Cultura/Governo Federal, com produção cultural da Fundacine RS e Prefeitura Municipal de Porto Alegre, através da Coordenação de Cinema e Audiovisual da Secretaria da Cultura. O projeto tem patrocínio master da Petrobras.

Eventos similares

Pegue um convite