No te pongas flamenca! Corpo memória de uma atriz bailaora
Atualizado em: 30 de outubro de 2019, 15:35

No te pongas flamenca! Corpo memória de uma atriz bailaora

O Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da UFRGS convida para a defesa de mestrado de Juliana Kersting com orientação de ProfªDrª Patricia Fagundes.

Apresentação seguida de arquição.

RESUMO
Este trabalho propõe a criação de um espetáculo teatral feminista, através da articulação entre corporeidade e ritmos da dança flamenca com narrativas autobiográficas. Sob a perspectiva de uma pesquisa guiada pela prática artística, tomo o corpo-memória como matéria, para abordar as frestas encontradas pelas mulheres para existir em uma sociedade patriarcal. Corpo de mulher, objeto, assediado, clandestino, vulnerável e rebelde, como corpo político, corpo na cena atravessado pelos discursos críticos feministas e os estudos decoloniais reconhecendo epistemologias e subjetividades.

Palavras-chave: Teatro. Flamenco. Feminismos. Corpo. Atuação.


Banca examinadora:
Profª Drª Celina Alcântara (PPGAC - UFRGS)
Profª Drª Isabel Nogueira (PPGMus - UFRGS)
Profª Drª Maria Brígida de Miranda (PPGT - UDESC)
Profª Drª Mirna Spritzer (PPGAC - UFRGS)

Equipe do espetáculo:
Atuação e concepção: Juliana Kersting
Direção cênica: Larissa Sanguiné
Iluminação: Iassanã Martins
Operação de som: Victória Sanguiné
Técnico de som e mixagem: Jimi Melo