Este evento já ocorreu terça, 12 de novembro de 2019, às 19:00h.
Minicurso  Alteridade violência e diferença
O evento ocorreu terça, 12 de novembro de 2019, às 19:00h
Salvar

Apph Associação De Pesquisas E Prát...

·
Seguir
R. Vigário José Inácio, 481 Sala 31, 90020-110 Porto Alegre

Sobre o evento

Apresentação: Sobre não perder a guerra

Que tempo absolutamente pobre esse em que vivemos! Pobreza de vida e de pensamento por um lado e excesso de violência, ignorância e censura por outro. Se nas esferas mais altas do governo, há, escancaradamente, o objetivo de silenciar a produção de conhecimento e a cultura, especialmente quando se dedicam a problematizar as estruturas vigentes e respeitáveis, por outro lado, em nossos corpos, o sentido de urgência cria a falsa ilusão de que o pensamento não terá nada a nos dar neste momento. Um terreno posto para que, em muitos cantos, se desista do conhecimento, da arte, da cultura e da potência revolucionária dessas forças. Em muitos cantos, incluindo em nós mesmos. O pensamento e a arte, considerados como luxo em qualquer tempo, por pior que seja, é justamente uma declaração de que perdemos a guerra.

O Curso:

Uma das potências da filosofia de Nietzsche reside em sua insistência no fluxo e em sua negação da identidade. No aforismo 111 de A Gaia Ciência, ele aponta um mecanismo antigo que faz com que tudo o que é mutável nas coisas não seja visto nem sentido. Na pressa por sobreviver, os seres que não viam exatamente as diferenças e as mutabilidades tinham vantagem sobre aqueles que viam os fluxos e as singularidades. Nietzsche se coloca contra as perigosas heranças, nos convida ao caos que problematiza o mundo como nos é apresentado. E esse é o ponto de partida deste curso. Quais são as perigosas heranças? Do que não podemos ser herdeiros? Como subverter mecanismos que dissolvem diferenças em supostas identidades? Que organicidade de mundo nos é dada e para a qual devemos dizer não? Com o repertório a partir de uma introdução a alguns aspectos do pensamento de Nietzsche a partir de aforismos de A Gaia Ciência e de discursos de Assim Falava Zaratustra, mergulharemos em textos literários que levantam principalmente a questão da violência que emana da relação entre indivíduos que não se afetam com a existência daqueles que estão diante de si, que não enxergam ou sentem a diferença, julgando o mundo a partir de seu repertório moral e cultural estático. Quais são as repercussões éticas disso? Qual é a potência da literatura para configurar formas outras de se afetar para além das nossas crenças, dos nossos repertórios culturais, dos valores morais que assimilamos? Alguns escritos de Suelly Rolnik e de Judith Butler também entrarão na roda da discussão.


TEXTOS LITERÁRIOS:
* Todos os textos (incluindo os trechos de Nietzsche) serão fornecidos por via impressa e digital no primeiro dia de curso.

> Angústia: a quem confiar minha tristeza – Tchekhóv (Conto)
> Pai contra Mãe – Machado de Assis (Conto)
> Um trecho de Mrs Dalloway – Virgínia Woolf (Romance)
> Um trecho de O Primeiro Homem – Albert Camus (Romance)
> Um trecho de O Filho de Mil Homens – Valter Hugo Mae (Romance)
> Amor – Clarice Lispector (Conto)
> Maria – Conceição Evaristo (Conto)
> Vestido Longo – Marcelino Freire (Conto)
> O Embondeiro que Sonhava Pássaros – Mia Couto (Conto)

Serão 4 encontros, nas terças e quintas, dias 12, 14, 19 e 21 de novembro. Sempre das 19h às 21h. Totalizando 8 horas com certificado de 12 horas para incluir tempo de leituras prévias.

VALOR:
> Estudantes: R$ 100
> Público em geral: R$ 160
> 3 VAGAS PARA BOLSISTAS. [Só mandar e-mail para tg.martins@gmail.com para anunciar que a situação tá foda e dizer porque quer fazer o curso].

INSCRIÇÕES:
https://www.sympla.com.br/alteridade-violencia-e-diferenca--literatura--filosofia-para-abracar-o-caos__688490

SOBRE O PROFESSOR:

Tiago Martins de Morais nasceu em 1985 e tem na literatura e na filosofia dois dos grandes amores da vida. Professor e aluno, pesquisador e escritor – é Mestre em Literatura Comparada e Licenciado em Letras pela UFRGS. Foi professor de literatura e, atualmente, é pesquisador de doutorado em educação pelo PPGEDU/UFRGS. A partir dos encontros entre filosofia e literatura, pensa/pesquisa/produz sobre as possibilidades de a literatura, no campo da educação, reorientar as formas com as quais temos lidado com a alteridade. Como escritor publicou: Poema Escuro (Selo Lápices, 2017) e A Última Noite do Tempo (Ufrgs Editora, 2013).


Similares

Sem eventos similares

Curso de tema acadêmico

Ver todos os eventos da categoria curso de tema acadêmico em Porto Alegre
Site oficial
Compartilhar