IV Colóquio Internacional de Bioética
Atualizado em: 25 de setembro de 2019, 04:30

IV Colóquio Internacional de Bioética

IV Colóquio Internacional de Bioética
4th International Bioethics Colloquium
Porto Alegre, 25 a 27 de setembro de 2019

Programação completa e mais informações em:
https://www.editorafi.org/ivbioetica

Auditório Prédio 40 – PUCRS, Porto Alegre

Bioética, Neuroética e Emoções
Bioethics, Neuroethics, Emotions
In Honor of Professor Joaquim Clotet

Objetivo

O IV Colóquio Internacional de Bioética reunirá pesquisadores, professores e alunos de cursos de pós-graduação em filosofia, bioética, medicina, ciências jurídicas, neurociência, ciências sociais e humanas de todo o País, de 25 a 27 de setembro de 2019, para debater, em foro público, questões e problemas referentes à "Bioética, Neuroética e Emoções" em comemoração dos 70 anos da Declaração Internacional de Ética Médica (3rd General Assembly of the World Medical Association, London, October 1949) e para homenagear a obra de Bioética, Filosofia Moral e Ética Médica do Professor Dr. Joaquim Clotet, que introduziu os primeiros grupos de pesquisa e comitês de Bioética no Brasil, antes mesmo do surgimento da Bioética em nosso país, em meados da década de 1990, especialmente com a criação em 1995 da Sociedade Brasileira de Bioética, bem como de vários cursos de pós-graduação em território nacional, fomentando a expansão de redes de pesquisa interdisciplinar em diferentes áreas do conhecimento. Anteriormente à criação da Sociedade Brasileira de Bioética, o Conselho Federal de Medicina (CFM) lançou o primeiro periódico na área.

O Primeiro Congresso Nacional de Bioética foi realizado no Instituto Oscar Freire, USP, em São Paulo, de 26 a 28 de junho de 1996, e o Segundo Congresso Nacional de Bioética, realizado em Brasília, na sede do Conselho Federal de Medicina, de 24 a 26 de março de 1998. Foi nesse contexto de pioneirismo que a PUCRS organizou o Terceiro Congresso Nacional de Bioética de 2 a 4 de Julho de 2000, abrindo um ciclo de colóquios internacionais de Bioética. A segunda edição do Colóquio Internacional de Bioética (5 a 9 de junho de 2006) sobre Bioética, Biotecnologia e Biopolítica e a terceira edição (23 a 27 de novembro de 2015) sobre Bioética, Neuroética e Direito foram apoiadas pela CAPES e pelo CNPq e resultaram na publicação de dois volumes (Fenomenologia Hoje III: Bioética, Biotecnologia, Biopolítica. Porto Alegre: Edipucrs, 2008, ISBN: 8574306940; Justiça, Direito e Ética Aplicada: VI Simpósio Internacional sobre a Justiça. Porto Alegre: Editora Fi, 2015; ISBN: 9788566923155).

Trata-se, sem dúvida, de um dos mais importantes eventos em Bioética e Neuroética no Brasil e na América Latina, e de um dos mais respeitados e consolidados eventos que promovem a interface entre Ética Médica, Bioética, Neurociência, Direito e Ética Aplicada no País, configurando o estado da arte das pesquisas acadêmicas em Neuroética, Neurociência Social, Neuropsicologia, Neuroeconomia, Neurodireito e Neurolinguística, justificando o uso inovador de neurotecnologias e neuroimagem na Bioética, no Direito e nas Ciências Sociais. O evento oferece e desenvolve novas reflexões sobre Direito, Medicina e Ética, em suas mais variadas reformulações de problemas clássicos da Bioética e da Ética Aplicada, tais como as pesquisas com novas tecnologias, edição genômica, saúde pública, reprodução assistida, autonomia e direitos do paciente, ética do cuidado, emoções e sentimentos sociais, políticas públicas, eqüidade e igualdade, revisitando modelos de principialismo, bioética clínica, ética em pesquisa e codificações ético-médicas. O evento promove a internacionalização, consolidando as parcerias de mais de 15 anos de cooperação internacional entre a University of Miami e a PUCRS, além de fomentar a interdisciplinaridade, a inovação tecnológica, a integração entre pesquisa, ensino e extensão em níveis de graduação e pós-graduação, assim como o impacto social, econômico e regional das instituições gaúchas e da região Sul envolvidas no evento.

O evento contribuirá, decerto, para a formação de pesquisadores em Bioética e Neuroética, especialmente professores e pós-graduandos do Direito, Medicina, Filosofia, Ciências Sociais, Teologia, Humanidades e áreas, sendo o evento gratuito e aberto ao público em geral e acadêmicos da UFRGS, PUCRS, Unisinos, UFSM e universidades da Grande Porto Alegre. Além de pesquisadores e profissionais da Bioética, da Ética Aplicada, do Direito, da Medicina, das Ciências Sociais, das Humanidades e da Filosofia, o evento destina-se ao público em geral e acadêmicos da Região Sul e de todo o País. Ademais, o evento consolidará uma importante parceria de cooperação internacional com a Universidade de Miami (Florida, EUA), que já participara como colaboradora em projeto de pesquisa interdisciplinar em Neurofilosofia, apoiado pelo CNPq ("Mídias Sociais e Tomadas de Decisão: Razão e Emoção nas Relações Sociais", Proc. No. 405998/2012-0), junto ao Instituto do Cérebro (InsCer).

Comissão Organizadora:
Caroline Marim (PPG Filosofia, PUCRS)
Draiton de Souza (Decano da Escola de Humanidades; Bioética / PPG Filosofia / Direito, PUCRS)
Denise Cantarelli Machado (PPG Ciências Biomédicas; Escritório de Integridade em Pesquisa, PUCRS)
Marcelo Bonhemberger (Pró-Reitor de Extensão e Assuntos Comunitários; PPG Filosofia, PUCRS)
Nythamar de Oliveira (PPG Filosofia, PUCRS-CNPq), Coordenador
Ricardo Timm de Souza (PPG Filosofia; Escritório de Integridade em Pesquisa, PUCRS)

Comissão Científica:
Ana Carolina Fonseca (Direito / Bioética, UFCSPA)
Danilo Marcondes (PPG Filosofia, PUC-Rio)
Darlei Dall'Agnol (PPG Filosofia, UFSC)
Delio José Kipper (PPG Medicina; Coordenador do Comitê de Bioética Clínica, Hospital S. Lucas, PUCRS)
J.R. Goldim (Bioética, Hospital de Clínicas, UFRGS)
José Roque Junges (Coordenador do PPG em Saúde Coletiva, Bioética, Unisinos)