Exposição Fotográfica - Quilombo Lemos por Imagens Faladas

Nesta segunda-feira, 4, às 17h, no TRT4, será aberta a exposição fotográfica “Quilombo Lemos por Imagens Faladas – Territórios educativos do Colégio Estadual Paraná”. A mostra, que pode ser visitada até 26 de novembro, traz imagens captadas durante o período de resistência dos moradores do Quilombo frente à reintegração de posse movida pela instituição que administra o Asilo Padre Cacique. É uma realização conjunta do TRT4 com o Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo e o Coletivo Imagens Faladas e conta com apoio do Sintrajufe/RS. Integra as atividades do Comitê de Equidade do tribunal no Mês da Consciência Negra.
A instalação do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo, no Bairro Cristal, em imóvel cedido pelo Sintrajufe/RS na Av. Capivari, no bairro Cristal, em Porto Alegre, foi antecedida por um processo de preparação com comunidade, escolas públicas e espaços comunitários da região. Conforme explica o coordenador-geral do Quilombo, Leandro Anton, “da inquietação e do entendimento de que a vulnerabilidade social está diretamente associada a vulnerabilidade territorial surgiram as ações e as oficinas do Coletivo Imagens Faladas, pensando a fotografia como dispositivo pedagógico e de construção de vínculos de territorialidade”.

A exposição “Quilombo Lemos por Imagens Faladas” é resultado dessa inquietação e parte de uma ação entre o Coletivo Fotográfico do Ponto de Cultura e o Colégio Estadual Paraná iniciada em 2014. Em 2017 o Coletivo por esta trajetória recebeu o Prêmio Culturas Populares, do Ministério da Cultura, e constituiu uma nova ação com o Colégio Paraná formando o grupo com os estudantes Maria Eduarda Silva, 15 anos; Anthony Cordeiro, 17; Anry Medeiros, 16; Iossana Santos, 18; além de Thalles Brito, 18, frequentador do Quilombo do Sopapo, Cristiano da Rosa, 17; e Leandro Anton, 46 integrantes do Imagens Faladas.

Eventos similares

Pegue um convite