Curso: TamboralituRaS: poéticas negras na Pachamama

Curso: TamboralituRaS: poéticas negras na Pachamama

segunda
19:00
O evento acontecerá daqui 2 meses em uma segunda. Ver minha agenda neste dia

Escola De Poesia

Rua São Manoel, 275, 90620110 Porto Alegre

Sobre o evento

TamboralituRaS: poéticas negras na Pachamama, novo curso on line da Escola de Poesia com Richard Serraria. Encontros semanais, todas às segundas-feiras, das 19h às 20h45min, de agosto a novembro. São 12 aulas com teoria e práticas.

TamboralituRaS: poéticas negras na Pachamama

Professor: Richard Serraria
Richard Belchior Klipp Burgdurff, poeta, pardo nascido na Serraria, bem ao sul da lama do arroio Dilúvio, a 6 de janeiro de 1971. Cancionista, tocador de sopapo, fundador dos grupos Bataclã FC (3 CDs) e Alabê Ôni (1 DVD e 1 CD). Lançou 3 discos em carreira solo e fez a trilha sonora de "O grande tambor", documentário de 2010. Pesquisador da cultura negra do cone sul da América meridional, trabalha com o sopapo há 25 anos, criando falavras no gogó e materializando em tamboralituras. Formado em Letras na UFRGS, onde concluiu Mestrado (estudando João Cabral de Melo Neto) e Doutorado (Escrita Criativa aplicada à canção). Vencedor de 8 prêmios Açorianos de Música. A vila na zona sul de Porto Alegre lhe emprestou o nome e o catador de palavras fez disso a razão de ser da sua poesia pêlo dura: Richard Serraria.

Segundas-feiras
19h às 20h45min
10 de agosto a 30 de novembro

EMENTA
A Pedagogia do Sopapo e a ideia da TAMBORALITURA partindo do conceito de ORALITURA. O paradigma literário eurocêntrico calcado na escrita e o paradigma africano da oralidade. Do pensamento contra hegemônico e dês-hierarquizante ao eurocentrismo: a necessidade da incorporação de poéticas negras provenientes de África assim como dos povos originários junto ao panorama da literatura brasileira. Os tambores no cone sul e as poéticas de “amefricanidade” da língua pretuguesa, indígenas e negros e os aportes linguísticos do banto, guarani, quéchua, kaingang, iorubá, etc. Transculturação e Sopapolituras, poéticas entoadas com tambores no RS. Leda Maria Martins (Oralitura), Angel Rama (Transculturação) e Lélia Gonzalez (língua pretuguesa) junto aos estudos de musicalidades quilombolas do RS, Uruguai e Argentina.

PROGRAMA

MÓDULO TEÓRICO

Aula 1
***** Período colonial
*O escravismo do século XV em diante
*Tráfico predominantemente de povos negros banto (Angola e Moçambique)
*Colônia do Sacramento 1680 e a chegada de povos negros banto ao Uruguai junto com portugueses
*Chegada da frota capitaneada por João Magalhães em 1725 ao RS
*Fundação de Rio Grande em 1737 e Tratado de Madrid (comunidades indígenas no RS, Uruguai e Argentina)
*Charqueadas em Pelotas, Saladerias em Uruguai e Argentina
*Século XVIII e XIX: viajantes europeus registrando cenas negras no RS e Uruguai (Sopapo em Pelotas, Buenos Aires e Montevidéo). Ruben Carâmbula e Glosario de Afro Negrismos Uruguayos de Serrat
*Independência no Uruguai e Revolução Farroupilha

*A aquarela NEGERTANZE, pintada por Hermann Rudolph Wendroth, Debret no sul do mundo, relatos de Carl Siedler, Nicolaus Dreiss e Saint Hilaire
*Artigo "A tradição viva" de Amadou Hambaté Bâ
Disponibilização de PDF

Aula 2
****Século XIX (final) e século XX (até 1950)
*Blocos burlescos e sociedades negras em Pelotas e Porto Alegre
*Carnaval no RJ (1928, Deixa Falar, atual Estácio de Sá, 1a. Escola de Samba no Brasil)
*Getúlio Vargas e o Nacionalismo Cultural
*Escolas de samba de Rio Grande e Pelotas nas décadaS de 30 e 40 com sopapos
*A canção brasileira no período: Noel Rosa, Ary Barroso e o samba orquestral, Dorival Caimmy e o projeto bossa novístico (samba/jazz), Elizete Cardoso
* Canto dos Escravos com Clementina de Jesus, Geraldo Filme e Doca da Portela entoando cânticos negros (vissungos) nos sertões de MG e na Chapada Diamantina
*Artigo "A influência do negro na música brasileira" de Giba Giba
Disponibilização de PDF

Aula 3
****Segunda metade do século XX
As congadas no município de Osório: Dante de Laytano
Rede de Congadas no RS
A fundação do CTG e a invenção do folclore "oficialesco" eurocêntrico
*Carnaval em Porto Alegre
*Giba Giba e a fundação da Praiana com sopapos na capital
*Tropicalismo: "Uma mordida na flor"
*MPG e sopapo, disco RBS "Música Popular Gaúcha"
*A canção como espaço de expressão negra: África no fundo do quintal porto alegrense, Lupicínio Rodrigues, Bedeu e Grupo Pau Brasil, Luis Wagner, Ruben Santos, Wilson Nei, Carlos Medina, Loma, Zilah Machado
*Tese "As inscrituras do verbo: dizibilidades performáticas da palavra poética africana" de Amarino Vieira
Disponibilização de PDF da tese acima

Aula 4
****Poesia de Oliveira Silveira
Obra Reunida em edição do IEL
Mapa da poesia gaúcha feito por Luis Augusto Fischer
*Artigo "Notícias sobre autores negros na literatura gaúcha" de Oliveira Silveira
Dispponibilização de PDF

Aula 5
**** Cabobu ano 2000
*Política pública e protagonismo negro via construção de 40 sopapos no ano de 1999 para serem entregues à comunidade cultural gaúcha
*Serrote Preto e Bataclã FC: sopapo em crossover no século XXI
* Mário Maia e Lucas Kinoshita (sopapo na academia: UFRGS, UFPEL e IPA)
*Artigo "As narrativas do tambor como práticas decoloniais" de Liliam Ramos (UFRGS)
Disponibilização de PDF e todos mp3 e letras da Bataclã FC (2002, 2006 e 2015)

Aula 6
****2000 até 2010
*Quilombo do Sopapo, Ventre Livre, Ação Griô
*O Grande Tambor (2010) IPHAN/Catarse
Trilha sonora, criação de imaginário cancional sopapístico
*Documentário disponível na íntegra em https://www.youtube.com/watch?v=xIL6Hfq4ZTw;t=17s

Aula 7
**** Alabê Ôni (2012)
Manifestações de tambor em todo Brasil
Sesc Sonora Brasil 2012
Amapá, Pará, Maranhão, Pernambuco, Bahia, ES, RJ
*O Atlântico Negro, livro de Paul Gilroy
*Artigo "Transculturación narrativa em América do Sul", de Angel Rama
Disponibilização de PDF

Aula 8
****Canções com griô-sopapo e tambores do RS
Gravações:
*Pampa Esquema Novo, Richard Serraria 2011
Disponibilização de áudios em mp3 e letras (disco na íntegra)
*O pampa nas comarcas culturais de Angel Rama
*Sebastian Jantos 2012 no Uruguai
*Pontos Rezas e Milongas, Carolinne Caramão/Mimmo Ferreira 2015
*Mais Tambor Menos Motor, Richard Serraria 2017
*Tese "Mais TAMBOR menos motor" de Richard Serraria
Disponibilização de link web: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/172924

Aula 9
**** Literatura Negra no RS século XX
Ronald Augusto (Cair de Costas)
Eliane Marques (E se alguém o pano)
Sopapo Poético (Coletânea do Encontro de poesia negra)
Ana dos Santos (Poerotisa)
*Artigo de Ronald Augusto "Escritores negros: além da recepção convencional"
Disponibilização de PDF

Aula 10
****Espiritualidade Negra e Musicalidades
Berço do Batuque no RS (2017) Petrobrás/CADON
Gravações Alabê Ôni sob supervisão espiritual do clã Borel
Áudios na íntegra em https://soundcloud.com/user-603776236
*Artigo "Borel Grande do Sul", jornal Zero Hora (2017) por Richard Serraria
Disponibilização de PDF
*Artigo "Tamboralitura: sopapo, representação e autoria enquanto
cancionística negra no RS", Richard Serraria
Disponibilização de PDF

Aula 11
****Pedagogia do Sopapo
Publicações sobre sopapo: Uniritter Revista SESC 2013, Geempa 2016 (Tambor Menino),
Tamboralituras na Jornada Kusch, História Social do Sopapo (cap. de tese Serraria) e projeto FAC 2019 ao longo de 9 meses no Quilombo do Sopapo (democratização do acesso ao sopapo para mulheres, crianças e etc)
*Entrevista para Caderno DOC ZH 19/04/2020, Richard Serraria: "Em nossa história não cabe ao negro a reflexão intelectual"
Disponibilização em PDF
https://pedagogiadosopapo.home.blog/author/pedagogiadosopapo/

MÓDULO PRÁTICO 1: tamboralituras em demonstração para criação coletiva
Harmonia I-IV-V (ex.: C-F-G)
Poética popular presente nos cantos com tambores: vocabulário acessível, Prosódia (sílaba tônica da palavra e tempo forte no ritmo), Responsório (pergunta e resposta), Métrica e Rima, tensão e repouso na melodia.

Aula 12
**** SOPAPORIKI (livro/áudio book/performance de neo orikis de Richard Serraria)
*Orikis da Nigéria
*Orikis no Brasil: Sikiru Salami e Pierre Verger
*Artigo "De oriquis" de Antônio Risério
*Falavras no gogó e rap mais slam em griotismos do século XXI
Disponibilização de PDF de Risério + áudio books SOPAPORIKI de Richard Serraria

MÓDULO PRÁTICO: tamboralituras
A. Observação: The last poets (USA), arritmias e disritmias
B. Demonstração Sopaporiki (Poesia para o Shapanã) - Demonstração Serraria
C. Sopaporiki (Poesia para o Bará)- Experimentalismo Coletivo
Divisão do poema em blocos para falas sem tambores (evitando monotonia do ritmo da voz), altura, volume da emissão, possibilidades diferentes de dizer o mesmo trecho, uso de repetições eventuais, experimentar melodia, falar mais rápido, mastigar palavras mais devagar, escandir a palavra lentamente, uso de ressonadores desconhecidos vocais de nariz, grunhido, urro, etc


Eventos similares

Abrir no facebook
Compartilhar