Conversas no Museu - Je suis Dora Maar
Atualizado em: 30 de outubro de 2019, 15:14

Conversas no Museu - Je suis Dora Maar

A Associação de Amigos do Museu de Arte do Rio Grande do Sul (AAMARGS) convida para mais uma edição do evento “Conversas no Museu”, no dia 24.09.2019, às 16h. Com o título “Je suis Dora Maar”, a palestra abordará a vida e obra da artista Dora Maar (Tours/França, 1917 - 1997 Paris/França). A condução será da jornalista Rosana Bonamigo e o fotógrafo Gilberto Perin no auditório do MARGS.

Os convidados apresentarão a vida e a obra da artista, que foi amiga e parceira de importantes personalidades do século 20, de modo a resgatar a sua importância como fotógrafa e pintora. Através da análise das suas fotografias e vídeos, além de dicas de leitura, os palestrantes irão proporcionar uma viagem imersiva tendo sua obra como fio condutor.

Em 2019, o Centre George Pompidou, em Paris (França), a Tate Modern, em Londres (Inglaterra), e o Museu J. Paul Getty, em Los Angeles (Estados Unidos), organizaram uma retrospectiva da obra de Dora Maar. A jornalista Rosana Bonamigo visitou a exposição no Centre George Pompidou e pesquisou a vida e obra de Dora, trazendo catálogo, livros e imagens gravadas da retrospectiva. Rosana preparou o roteiro de um encontro para quem deseja conhecer essa mulher que agora tem sua trajetória redescoberta. O fotógrafo Gilberto Perin participa da conversa contextualizando a relação de Dora Maar com a Fotografia e com os fotógrafos icônicos que ela conviveu.

Sobre Dora Maar
Dora Maar nasceu em 1907, em Tours, na França, filha de pai croata, arquiteto e mãe francesa, católica fervorosa. Após passar sua infância e adolescência em Buenos Aires, ela retorna a Paris onde cursa a escola de Artes Decorativas, a Academia Julian e a Escola de Fotografia da Vila de Paris. Torna-se fotógrafa profissional de moda e alcança grande sucesso trabalhando para revistas e jornais da época.
Colega de Cartier-Bresson e Brassaï, cultiva amizade com os grandes artistas surrealistas, que frequentam o bairro Saint-Germain-des-Près, impondo-se também como uma fotógrafa surrealista. Musa de Man Ray, companheira do cineasta Louis Chavance, e depois do escritor Georges Bataille, finalmente torna-se amante de Pablo Picasso, que ela considerava seu mestre.
Modelo de diversas obras do pintor espanhol sendo o mais conhecido, “A Mulher que Chora", Dora Maar acompanhou e fotografou o processo de criação da obra mais famosa de Picasso: “Guernica”. Devido a influência dele, Dora abandona a fotografia e dedica-se somente à pintura. Após o término do conturbado romance, que durou quase 10 anos, Dora Maar tornou-se reclusa e de poucos amigos. Nos seus últimos anos de vida, muito solitária, consagrou-se com fervor ao catolicismo.

Sobre os palestrantes
Rosana Bonamigo é graduada em Comunicação Social pela Unisinos, em 1981. Tem especialização em Comunicação Social pela PUCRS, em 1982. Trabalhou como jornalista para emissoras de televisão em Porto Alegre, realizando documentários e programas culturais. No cinema, produziu curtas e um longa metragem. Atuou no mercado publicitário como coordenadora de produção e assistente de direção. Desde os anos 1990,durante suas viagens ao exterior, frequenta museus e faz um arquivo das exposições que visita. Em 2017, participou da inauguração do primeiro museu dedicado À escultora Camille Claudel, na França, e realizou, A convite do professor José Francisco Alves, uma palestra no Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre.

Gilberto Perin é graduado em Comunicação Social pela PUCRS, em 1976. É fotógrafo, roteirista e diretor de cena. Em 2018, apresentou a individual “Linha d’Água/ Sem Identificação”, no MARGS, em Porto Alegre. Em 2019, expôs a série “Fake Photos”, no Centre des Artes da Escola Internacional de Genebra, Suíça; e também apresentou a individual “Sem Identificação” n’A Pequena Galeria, em Lisboa, Portugal.
No Museu do Futebol (SP), integrou o projeto “Vestiário” (2013), junto com Felipe Barbosa e VJ Spetto, com fotos dos vestiários de um time de futebol da segunda divisão no Rio Grande do Sul. “Camisa Brasileira”, outra exposição com fotografias da mesma série, participou do Circuito de Artes-Sesc no Rio Grande do Sul (2010 a 2012), além de exposição na França (2011) e Itália (2014). Participou de diversas coletivas, entre elas: “Queer Museu (2017/2018), em Porto Alegre e Rio de Janeiro.
Publicou dois livros: “Camisa Brasileira” (2011), ensaio fotográfico nos vestiários de futebol; e “Fotografias para Imaginar” (2015) a partir de exposição do mesmo nome. Tem fotografias no MARGS, MAC-RS, MALG-Pelotas, Centro Cultural Erico Verissimo e em coleções particulares no Brasil e Exterior.

_____________
SERVIÇO
Conversas no Museu
“Je suis Dora Maar”
Com a jornalista Rosana Bonamigo e o fotógrafo Gilberto Perin
24.09.2019, às 16 horas
Auditório do MARGS
Entrada franca
*Vagas limitadas a 60 lugares por ordem de chegada. Não é necessário realizar inscrição.

“Conversas no Museu” é organizado pela Associação de Amigos do Museu de Arte do Rio Grande do Sul (AAMARGS) e possui entrada gratuita. As vagas são limitadas a 60 lugares, por ordem de chegada, e não há necessidade de inscrição.
O MARGS funciona de terças a domingos, das 10h às 19h, sempre com entrada franca. Visitas mediadas podem ser agendadas no e-mail educativo@margs.rs.gov.br.