Carmen e os Violões - concerto cênico, no Theatro São Pedro

Oito violonistas, uma bailarina e castanholas. “Carmen e os Violões" traz ao palco uma imersão cênica inspirada na ópera “Carmen” de Bizet e na biografia de Carmen Miranda. A partir da parceria entre a camerata Violões de Porto e a bailarina flamenca Ana Medeiros, a música de concerto se une à cena para evocar elementos do protagonismo feminino e da cultura popular. E assim, também faz referência à Chiquinha Gonzaga, à Carmen Amaya e a outras mulheres de destaque como se fossem as diversas “Carmens da vida”. O espetáculo, em cartaz desde 2018, traz ao palco do Theatro São Pedro uma versão ampliada e intensa, com novas músicas e elementos cênicos. A coreografia é baseada no flamenco, sem deixar de lado aspectos da dança contemporânea e do samba. A música brota do encontro de oito violonistas reforçada pela percussão das castanholas, sapateados, leques e muito mais. Dos soniquetes de Sevilha ao swing brasileiro, o concerto traz em seu repertório compositores consagrados como Georges Bizet, Manuel De Falla, Ernesto Nazareth e Chiquinha Gonzaga.

Concerto Cênico “Carmen ; os Violões”
Local: Theatro São Pedro (palco principal)
Data: 13 de outubro, às 21h
Ingressos:
Plateia: R$ 70,00
Cadeiras Extras: R$ 70,00
Camarote Central: R$ 50,00
Camarote Lateral: R$ 40,00
Galerias: R$ 30,00

Vendas no site: http://bit.ly/2ON0hqk
Ou na bilheteria do Theatro São Pedro a partir de 27 de fevereiro.

Descontos:
50% para associados da AATSP (ingressos limitados)
50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência (40% da lotação)
50% para idosos

Ficha técnica
Autoria: Marcel Estivalet e Ana Medeiros
Direção: Marcel Estivalet
Elenco: Ana Medeiros, Bruno Duarte, Eduardo Pastorini, Douglas Wagner, Felipe Herbert, Marcel Estivalet, Rafael Lopes, Thiago Kreutz e Tomas Haushahn

Sobre a Violões de Porto
A camerata Violões de Porto é um coletivo de violonistas profissionais da música de concerto no formato de uma mini-orquestra executando obras originais ou arranjadas para esta formação. O repertório transita entre os mais diversos estilos, do barroco ao contemporâneo, de diversos cantos do mundo e apresentando a sonoridade do violão para além do formato solo ou de acompanhamento, inovando com cores, intensidade e performance.
Com sede de ensaio em Porto Alegre através do apoio da Casa da Música POA, o grupo é formado por músicos de ampla formação, são eles Bruno Duarte, Douglas Wagner, Eduardo Pastorini, Felipe Herbert, Rafael Lopes, Marcel Estivalet, Tomás Haushahn e Thiago Kreutz.

Sobre La Negra Ana Medeiros
Ana Medeiros é bailarina de flamenco e percussionista. Dedica-se ao estudo e ensino de castanhola e dança flamenca há mais de 20 anos, ministrando aulas regulares, oficinas e cursos intensivos em todo Brasil e Espanha. Tem em seu currículo vários prêmios, entre eles Melhor Bailarina no "Prêmio Açorianos 2012" e Bolsa de estudos na Espanha no "II Ciclo dedicado a la Formación completa del Baile Flamenco em Madrid/ES". Neste percurso desenvolveu método pioneiro no toque e arranjo musical da castanhola, aliando a pratica de bailarina à utilização como instrumento solista.

Assessoria de imprensa: Agência Riobaldo - Conteúdo Cultural

Apoios: em breve

Pegue um convite