Atelie Um em exposição Horror Gravado

Atelie Um em exposição Horror Gravado

quinta
19:00
O evento acontecerá daqui 12 meses em uma quinta. Ver minha agenda neste dia

Ateliê Um

Rua Senhor dos Passos, 259/63 - em frente ao Instituto de Artes UFRGS,...

Sobre o evento

🕸 O horror dá origem a palavra horripilante (que por sua vez, vem do latim horrere + pillum) e significa "DEIXAR DE CABELO EM PÉ". Portanto, dia 31 de outubro é dia de se arrepiar com a abertura da exposição coletiva no Ateliê Um: Horror Gravado, que contará com a participação das artistas Belle Foliatti, Mariana Tauchen, Dani Amorim e Daniela Amon, com o propósito de trazer a tona a beleza escondida no horror, seja pelas suas diferentes facetas: "bizarro, trashera, melancólico, trevoso ,sombrio, pavoroso, tenebroso, conflitante, incômodo" em suma o dito próprio de ateliers: algo horrível de bom.

Apareçam de máscaras. Ou não. Quem poderá dizer quando estamos com elas? 🕸

O que: Exposição coletiva de gravura Horror Gravado
Onde: Associação de Artistas Ateliê Um
R. Sr. dos Passos, 259 - 63, Centro Histórico
Quando: 31 de outubro - 19h

Período de visitação: 1 a 28 de novembro das 10:00 as 18:00 (com agendamento prévio)

🕸 Sobre as expositoras:

👺 Belle Foliatti é artista em formação e tatuadora, estudante do curso de bacharelado em artes visuais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, participa do núcleo de produção e pintura mural, do núcleo de gravura e do núcleo de Body Art do Ateliê Um. Em sua produção artística Belle explora o universo dos sonhos e projeta seus próprios pesadelos em seu trabalho, através de poéticas que vão do desenho, pintura, fotografia a gravura.

👺 Dani Amorim é artista visual, mestranda em Poéticas Visuais na UFRGS e Especialista em Poéticas Visuais pela Universidade Feevale (2015). Lecionou por dois anos na Escola de Fotografia Artística (2016-18), e atua como fotógrafa e editora de vídeo freelancer. Participou de diversas exposições coletivas e uma individual, na Galeria Voa, da Escola de Fotografia Artística (2017). É associada ao Ateliê Um desde 2012, e já fez parte do coletivo de gravura Rizoma, do coletivo de arte gráfica Amarra e atualmente integra o coletivo de arte feminista La Concha, e participa das atividades do PPPP - Programa Público de Performance Península. Em suas obras, explora questões acerca do corpo e identidade da mulher na sociedade atual, através de processos variados que vão desde a gravura até fotografia, vídeo e performance.

👺 Daniela Amon (Porto Alegre, 2000) é estudante do curso de Bacharelado em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Jovem artista em formação, já participou de exposições coletivas e atualmente possui dois trabalhos (um individual e outro realizado com o Studio P - Atelier de Pintura) expostos no Circuito Universitário da Bienal Internacional de Curitiba (CUBIC 4). Em sua poética, Daniela explora questões como a banalização da morte na contemporaneidade e a tendência ao caos, sempre através da desconstrução do suporte tradicional e da precariedade de meios e materiais.

👺 Mariana Tauchen é artista estudante do curso de licenciatura em artes visuais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, participa do núcleo de produção e pintura mural e do núcleo de gravura do Ateliê Um. Em sua produção artística Mariana explora a temática do terror das máscaras Oni da cultura japonesa e de figuras características da morte, através de poéticas do desenho e da gravura.

Eventos similares

Abrir no facebook
Compartilhar