Atahualpa Y Us Panquis
Atualizado em: 08 de outubro de 2019, 04:35

Atahualpa Y Us Panquis

“Atahualpa Y Us Panquis” era a banda punk gaúcha do saudoso produtor e jurado Carlos Eduardo Miranda, (Gordo Miranda), famoso por ter reformatado o Rock e a Música Brasileira nas últimas décadas. Embora tenha um disco oficial (Agradeça ao Senhor), lançado pela Baratos Afins, nos anos 90, a banda nunca gravou seus maiores sucessos, como “Sandinista”, “Shoobidabidooba POA é Meu Lar”, “Os Analistas” e etc...
Miranda planejava regravar tudo isso com a banda, mas infelizmente não houve tempo... no entanto, o pessoal da formação original, Jimi Joe, Paulo Mello, Flu e Castor Daudt, convocou o incrível Carlinhos Carneiro (Bidê ou Balde) para substituir o Miranda nos vocais e teclados, e se propôs a gravar e lançar estas pérolas perdidas do punk rock nacional, e mais algumas inéditas! Uma tarefa gigantesca!
O resultado é “MiniMundo”, um disco surpreendentemente POP, com melodias agradáveis, letras inteligentes e afiadas e ao mesmo tempo pesado, urgente, anárquico e transgressor. Com certeza o Miranda ficaria orgulhoso demais e diria: “Isso aí, velhinho!!”
Nesse show do dia 11 teremos Claudio Cunha Calcanhotto na batera, um rapaz que tem várias conexões com Miranda e a turma do Atahulapa!!

A VOLTA DOS QUE PERMANECERAM PARA GARANTIR
A ETERNIDADE DO QUE NUNCA VAI MORRER

Atahualpa Y Us Panquis: está de volta o grupo mais anárquico do rock brasileiro com todas suas influências que englobam pop básico, rock roots, música serialista, atonalismos, não-música e muito (mas muito!!!) noise. Os originais Jimi Joe, Paulo Mello, Flávio “Flu” Santos e o inefável Carlo “Castor” Daudt deixaram de lado seus viveres preguiçosos modorrentos e ainda convidaram o gigantesco (em todos os sentidos) Carlinhos Carneiro, para jogar luz no inominável, no indefinível, ao cometer a ousadia de em pleno 2019, gravar os não-sucessos de Atahualpa Y Us Panquis (nome de grafia duvidosa, incerta e aleatória como a não-música deste grupo de celerados) para manter eternamente acessa a chama da existência imprescindível de um de seus fundadores, o fantabuloso Carlos Eduardo Miranda, também conhecido como Gordo Miranda.
Deliciem-se ou odeiem (os Atahualpas não ligam pois sabem que tudo é nada perante a inexorável impermanência de todas as coisas e seres!) mas não deixem escapar a oportunidade de expor seus ouvidos a uma experiência muito além do que qualquer ser humano imaginaria milhas além (ou aquém) de traps, trips, Starship troopers e corações satânicos, porque, no final das contas, de qualquer maneira que as coisas se desenrolem, o cordeiro sagrado vai continuar agonizando perante olhos e ouvidos públicos como num mega musical da Broadway!
E é nesse momento que o Universo ouve, envolto em um infinito reverber, a frase definitiva naquele inesquecível timbre vocal: “É isso aí, velhinho! Bem vindo ao MiniMundo de Atahualpa!”

Atahualpa y us Panquis
Carlos Carneiro
Flavio Flu Santos
Paulo Mello
Jimi Joe
Claudio Cunha Calcanhotto
Gravador Pub
Casa abre 18h show começa 21h
20 pilas