Arredores da imagem: literatura é imagem

Parceria entre o MARGS e a Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o ciclo de palestras Arredores da imagem configura-se como um espaço de circulação e compartilhamento de investigações transdisciplinares em torno da noção de imagem e de suas multiplicidades teóricas e existenciais.

No dia 10 de dezembro, no último encontro deste ano, receberemos Cláudio Levitan e Vanessa Silla, com a palestra Literatura é imagem.

Todos os encontros do Arredores da imagem são gratuitos e abertos à comunidade.

Informações: autonomaz@ufrgs.br

***
LITERATURA É IMAGEM parte do princípio que o processo criativo, tanto na música como na literatura, passa pela imagem.
O processo criativo precisa mergulhar nas profundezas da alma para resgatar as realidades sensíveis.
Cláudio Levitan aproxima sua lente na origem das suas imagens que permeiam o campo artístico, tanto na música como na arte de escrever. Enquanto Levitan vira para trás na busca de inspiração, Vanessa Silla mira o futuro. E é na intersecção que eles se encontram. Deste espaço compartilhado, nasceu o último livro dos dois: A Avoada e o Distraído, um universo de
trocas que invocam o futuro. Embalados na abordagem do impacto da tecnologia na literatura e nas artes, ambos provocam um panorama do porvir e da imutável permanência do digital em nossas vidas.
A consagração do avanço tecnológico os obriga a refletir e a imagem tem um papel marcado: qual o futuro da literatura? A imagem está sempre a favor da arte?

***
Vanessa Silla nasceu em Porto Alegre em 1961. Formada em Letras pela PUCRS. Especialização em Literatura Brasileira e Mestrado em Escrita Criativa PUCRS. Cursando o doutorado em Escrita Criativa. Autora de 9 livros publicados.

Cláudio Levitan nasceu em Porto Alegre em 1951. Além de arquiteto - com mestrado na Inglaterra, é músico (compositor, violão e banjo-bandolim) e escritor, especialmente, de literatura infantil e infantojuvenil, atuando também no teatro e nas artes gráficas. Autor de 6 CDs (*), com prêmios, entre eles, Açorianos, Tibicuera, Itaú Cultural e o reconhecimento da UNESCO com o seu trabalho “Minha Longa Milonga”.
Autor de 10 publicações (**), entre livros, álbuns de quadrinhos e antologias coletivas, com o Prêmio Açorianos de Literatura Infantil 2001 e indicação ao Prêmio Açorianos de Literatura Infanto-Juvenil em 2007.

(*) “O Primeiro Disco”, “Minha Longa Milonga”, “Opereta Pé de Pilão”, “Levitan e os Tripulantes:
Projeto LP”, “Canções do Livro das Crianças Perdidas” e “Avulsas”.
(**) “O Porão Misterioso”, L;PM, Prêmio Açorianos de Literatura Infantil 2001; “Pimenta do Reino em
Pó”, L;PM, indicado ao Prêmio Açorianos de Literatura Infanto-Juvenil 2007; “Porto Alegre no Livro
das Crianças Perdidas”; “Tangos e Tragédias em Quadrinhos”, com desenhos de Edgar Vasques,
L;PM; a novela gráfica "A Vaca Transparente", Ed. Libretos, 2013; antologias de contos como “Caio
de Amores”, “Nós, os gaúchos”, “Contos no Solar”, “101 que Contam”, “Brevíssimos” e “Histórias de
Quinta”; História em Quadrinhos do livro- poema “Pé de Pilão”, de Mario Quintana, L;PM (Edição
esgotada).
Cláudio Levitan e Vanessa Silla escreveram a quatro mãos o livro “A Avoada e o Distraído”, 2019.

Eventos similares

Pegue um convite