A Perversão dos Direitos Humanos: A subjetivização do ius

A Perversão dos Direitos Humanos: A subjetivização do ius

OS DIREITOS HUMANOS SÃO MAUS OU O MARXISMO CULTURAL OS CORROMPEU?

Na sexta-feira (13), às 19h30, teremos no Centro São Miguel a aula: "A Perversão dos Direitos Humanos: A subjetivização do ius no contexto das respostas à crise do século X", ministrada por Marcos Paulo Fernandes de Araújo. Nesta aula, que é a segunda de uma sequência de cinco, veremos como a Crise do Século X afetou decisivamente a História da Humanidade e suscitou duas respostas diferentes: a Reforma Gregoriana e o Radicalismo Joaquimita, que influenciou os Franciscanos, de onde partiram as principais reviravoltas rumo à concepção subjetivista do Direito.

Ao longo do curso, será explorada a trajetória da formação dessa idéia, a fim de se oferecer uma resposta filosoficamente embasada à pergunta destacada acima. A entrada é gratuita e a contribuição é espontânea. Antes da aula, às 19h, rezaremos o Santo Terço. Nossa sede fica na Avenida Osvaldo Aranha, 1070, sala 404. Participe!

Marcos Paulo é graduado e mestre em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e doutor em Direito, em Fundamentos Teórico-Filosóficos da Experiência Jurídica, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Seus principais temas de estudo são as origens históricas do conceito de Direitos Humanos e o problema teológico-político.

Ajude o Centro São Miguel e tenha acesso às gravações das aulas: https://apoia.se/centrosaomiguel

Eventos similares

Pegue um convite