A Crônica Malandra de Hugo Carvana

Entre os dias 07 e 11 de outubro, a Sala Redenção – Cinema Universitário apresenta A Crônica Malandra de Hugo Carvana, mostra que celebra os cinco anos da morte do cineasta carioca. Apresentaremos três filmes do diretor, realizados entre 1973 e 1983: Vai Trabalhar Vagabundo! (1973), Se Segura Malandro (1977) e Bar Esperança (1983).

Nascido em 1937, Hugo Carvana começou sua carreira como figurante nas chanchadas da Atlântida, trabalhou como ator em filmes como Terra em Transe (1967) e O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro (1969), ambos de Glauber Rocha, Macunaíma (1969) de Joaquim Pedro de Andrade, entre outros clássicos do cinema brasileiro. Em 1973, somando mais de 30 títulos como ator, inicia sua carreira de diretor com Vai Trabalhar Vagabundo! (1973), em que apresenta sua homenagem ao malandro carioca na figura de Dino, encenado pelo próprio Hugo Carvana, que rechaça a ideia de ser um empregado e vive de pequenos trambiques, servindo como uma lente externa e crítica à sociedade carioca da época.

Com uma trilha sonora composta por nomes como Chico Buarque, João Bosco e Aldir Blanc, o seu segundo filme, Se Segura Malandro (1978) é uma comédia de costumes onde Paulo Otávio, locutor de uma rádio clandestina localizada no alto de um morro carioca, narra os descalabros e absurdos próprios à realidade brasileira. Finalizando a mostra, temos Bar Esperança (1983), onde o bar homônimo, prestes a fechar a fim de dar lugar à construção de um edifício, junta boêmios e intelectuais que somam forças para tentar impedir esta demolição.

Navegando habilmente entre o cinema popular e o engajado politicamente, Hugo Carvana cria, em sua cinematografia, um cinema de apelo popular que toma de empréstimo do Cinema Novo a crítica social e o compromisso com sua visão de mundo. Segundo Reinaldo Cardenuto, “Ao confluir tradições portadoras de ideologias e estéticas distintas, Carvana encontrou a singularidade de seu projeto: um cinema político, de crítica social e de desvelamento das contradições, mas afiliado a um humor debochado e irreverente inspirado em heranças da comédia musical brasileira.”

Confira as datas e horários das sessões:

SE SEGURA, MALANDRO!
Dir. Hugo Carvana | Brasil | Comédia | 1978 | 110 min | 16 anos

Paulo Otávio comanda do alto de um morro carioca uma rádio clandestina que noticia os golpes na cidade; e a estória desdobra pra um economista que vai morar na favela cumprir promessa, um burocrata que pira dentro de um edifício e um assaltante no calçadão; tudo isso enquanto a rádio promove concursos com prêmios absurdos.

07 de outubro | 2ª feira | 16h
11 de outubro | 6ª feira | 19h


VAI TRABALHAR, VAGABUNDO!
Dir. Hugo Carvana | Brasil | Comédia | 1973 | 100 min | 16 anos

Um malandro carioca sai da prisão depois de longo tempo e, sem dinheiro, utiliza seu talento para trambiques para ganhar algum. Preocupado com o fim da malandragem carioca, ele planeja uma revanche entre os dois maiores jogadores de sinuca da época, Russo e Babalu. Mas Russo está internado em um hospício desde sua última derrota, e Babalu agora é um trabalhador controlado de perto pela esposa Vitória, o “prêmio” da disputa com Russo.

07 de outubro | 2ª feira | 19h
11 de outubro | 6ª feira | 16h


BAR ESPERANÇA
Dir. Hugo Carvana | Brasil | Comédia | 1983 | 127 min | 16 anos

Um grupo de pessoas se reúne em um bar de Ipanema que está prestes a fechar a fim de dar lugar à construção de um edifício. Intelectuais, artistas e gente da noite juntam forças para impedir sua demolição. Entre os muitos fregueses do bar estão a atriz Ana, seu marido Zeca e um casal que está sempre brigando.

08 de outubro | 3ª feira | 16h
10 de outubro | 5ª feira | 16h


Texto: Vitor Marques Cunha, bolsista do Departamento de Difusão Cultural/UFRGS

Mais informações: https://www.ufrgs.br/difusaocultural/salaredencao/

Eventos similares

Pegue um convite