1000 anos de Fotografia, com Paulo Leonidas

1000 anos de Fotografia, com Paulo Leonidas

quarta
19:30
O evento acontecerá daqui 11 meses em uma quarta. Ver minha agenda neste dia

Casa De Cultura Mario Quintana

Andradas 736, 90020-004 Porto Alegre

Sobre o evento

Lentes,personagens e segredos. O avanço no realismo e a precisão na historia da arte ocidental desde a Renascença é primariamente devido ao uso de dispositivos ópticos, tais como a câmera obscura, câmera lucida e espelhos curvos mais do que o desenvolvimento de técnicas artísticas de desenho e pintura.
Qual a conexão entre os trabalhos de Leonardo da Vinci e Sebastião Salgado?
A partir de um desconcertante conjunto de evidências visuais demonstram que, por volta de 1430, muitos pintores empregaram dispositivos ópticos, permitindo-lhes realizar figuras com um naturalismo sem precedentes.
Tais métodos, e não o desenvolvimento paralelo da perspectiva linear, seriam responsáveis pela aparência "fotográfica" de certas pinturas dos grandes Mestres da Renascença. Essa tradição representativa, baseada na ótica, foi mantida mesmo além do surgimento dos fixadores químicos em 1839, e se impõe
definitivamente, liberando finalmente a pintura do que chamamos de "tirania óptica".
Quais os caminhos da fotografia desde o seu surgimento?
O significado da fotografia no século XXI?


Paulo Leônidas Fernandes de Barros - Graduado em Arquitetura ( UFRGS), Pós-Graduado em Arquitetura ( PROPAR/ UFRGS/ ArchitecturalAssociationSchollofArchitecture/ Londres UK), Mestrado em Arquitetura (PROPAR/UFRGS).
Atuou como Professor Adjunto da Escola de Arquitetura (UFRGS) e na Faculdade de Arquitetura Ritter dos Reis lecionando História da Arte e da Arquitetura/ Projeto deArquitetura, Professor visitante na Escola de Arquitetura/Universidade de Varsóvia /Polônia AW, Professor visitante na Architectural AssociationSchoolofArchitecture AA/ Londres UK.
Atuou como cenógrafo/diretor de arte, direção, roteiro e produção executiva em filmes longa metragens /publicitários/programas de televisão/curtas metragem e documentários.
Foi membro do Conselho IAB/RS (Instituto dos Arquitetos do Brasil/RS), do conselho do FUMPROARTE/Porto Alegre, Membro doConselho da FUNDACINE e Vice Presidente SIAV/RS (Sindicatos da IndústriaAudiovisual/ RS).
Atualmente Conselheiro de Estado da Cultura do Estado do Rio Grande do Sul.
Conferencista e ministrante de cursos sobre Arquitetura ,Cinema e História (Escolas de Arquitetura e Cinema, Institutos, Museus, Centros de Cultura e Congressos). Lançou o livro “Romeu e Julieta 1844” (Romance, 2015) e também o livro “DezMiolados” – (coletânea de autores, 2019) e autor de inúmeros artigos e textos acadêmicos.

Eventos similares

Abrir no facebook
Compartilhar