Frida Kahlo, à Revolução